Projeto Excelência em Ação

Enquadramento

O reforço da competitividade das PME portuguesas é fundamental para a competitividade de Portugal. Assim, uma das grandes prioridades do PT2020 é dotar e reforçar as empresas através da qualificação, internacionalização e/ou inovação.

Uma das grandes lacunas identificadas à priori prende-se com as deficientes competências de organização e de gestão estratégica nas PME, traduzido em baixos níveis de produtividade e de capacidade de criação de valor acrescentado, a par de uma insuficiente inserção em redes de cooperação e conhecimento. A APQ tem desenvolvido uma ação coordenada e integrada de forma a suprimir algumas das falhas identificadas, tal como consta do seu historial de atividade.

O projeto irá atuar no domínio imaterial da Inovação Organizacional e Gestão, nomeadamente na introdução de novos métodos de trabalho, no reforço das capacidades internas e ações de benchmarking, caraterizando-se, assim, pelo apoio a empresas na área da excelência.

Este é um importante desafio por se tratar de investir em filosofias e culturas, em alterar hábitos e em mudar o paradigma de gestão nas empresas a envolver no projeto, deixando-lhes ferramentas que irão permitir continuar a desenvolver estas áreas, mesmo após o final do projeto.

Pretende-se, com as ações a implementar, tornar as empresas mais competitivas, mais internacionais e mais inovadoras. Estes são fatores fundamentais para a prossecução dos objetivos do PT2020, onde se pretendem PME mais competitivas, sustentáveis e internacionais.

Este projeto, Excelência em Ação, vai envolver um conjunto de empresas na aplicação do Modelo de Excelência da EFQM, que servirá ainda de benchmark para os setores de atividade abordados.

A Excelência deve passar a ser vista como uma abordagem, uma cultura organizacional e como um valor fundamental e transversal a toda a organização. Pretende-se implementar o modelo de excelência europeu da EFQM que permite avaliar o desempenho atual da organização, integrar e alinhar as melhores práticas de gestão da organização e introduzir uma cultura visando permanentemente a Excelência.

Este projeto aborda ainda a possibilidade de as empresas participantes desenvolverem as suas práticas de adequação dos modelos de negócios com vista à sua inserção na economia digital.

Transversalmente a muitas empresas existe uma lacuna na utilização das TIC e na utilização da comunicação inbound.

Esta área assenta na criação de conteúdo alinhado com os interesses e necessidades dos potenciais clientes de forma a aumentar a probabilidade de estes repetirem a procura e de divulgarem os conteúdos de uma forma positiva.

O projeto pretende responder a esta lacuna e visa atuar maioritariamente no refinamento e otimização do email marketing, website, presença nas redes sociais e SEO Search Engine Optimization que se ultima numa aposta no Content Marketing, pouco utilizado pelas PME. Este investimento permitirá uma maior eficácia na implementação do Modelo Europeu de Excelência da EFQM.

Objetivos

Com este projeto a APQ pretende incrementar a sua atuação na inovação organizacional e de gestão e na inovação de marketing, servindo como principal ator para o desenvolvimento da competitividade, tornando as empresas mais cientes dos riscos operacionais, financeiros, estratégicos e de negócio que hoje em dia estão sujeitas, na busca pela excelência e na melhoria da sua comunicação nas relações externas, com os diferentes stakeholders.

Assim, o projeto Excelência em Ação pretende atuar sobre o constrangimento das competências e estratégias das PME enunciados no Acordo de Parceria 2014-2020, nomeadamente nas deficientes competências de organização e gestão estratégica nas PME traduzido em baixos níveis de produtividade e de capacidade de criação de valor acrescentado, a par de uma insuficiente inserção em redes de cooperação e conhecimento.

Este projeto ambiciona a alteração dos métodos organizacionais, que se inserem na cultura organizacional – no fazer e no pensar, tornando as empresas mais centradas nos seus resultados, para o aumento da sua competitividade, inovação e melhoria contínua, alinhando-se com o objetivo de reforçar a capacitação empresarial das PME para o desenvolvimento de bens e serviços, procurando consolidar uma cultura organizacional orientada para resultados.

 

Destinatários

PME das regiões Norte e Centro, que reúnam as seguintes condições:

  • Certificação PME
  • Situação regularizada perante Finanças e Segurança Social
  • Contabilidade organizada
  • Situação líquida positiva
  • Cumprir as condições para o exercício da atividade e não se encontrar em dificuldade, nos termos legais

 

Atividades

O projeto Excelência em Ação assenta em 4 atividades principais:

1. Excelência

Este projeto pretende a implementação do Modelo de Excelência da EFQM (European Foundation for Quality Management) num conjunto de 12 empresas. O Modelo de Excelência da EFQM é utilizado como base para a (auto)avaliação de uma organização, um exercício

através do qual é avaliada face a um conjunto de 9 critérios detalhados, subdivididos em 32 partes de critério, os quais estão alicerçados nos 8 Conceitos Fundamentais da Excelência, e pontuada e melhorada através da metodologia RADAR (Resultados, Abordagem, Desdobramento, Avaliação e Refinamento).

new1

Enquanto ferramenta de gestão, permite:

– Avaliar o desempenho da organização comparativamente com as melhores práticas de gestão de nível mundial e identificar pontos fortes e áreas de melhoria a concretizar pela organização;

– Integrar e alinhar a liderança, as pessoas, os recursos, as parcerias, os processos, produtos e serviços existentes, alinhando-os com a estratégia da organização de modo a alcançar resultados notáveis e sustentados;

– Introduzir uma cultura de melhoria contínua fomentada pela liderança e envolvendo as pessoas;

Assim, a utilização deste modelo assegura que todas as práticas de gestão de uma organização formam um sistema coerente, que é melhorado continuadamente, e que suporta a execução da estratégia pretendida para a organização.

Haverá no projeto dois níveis distintos:

Nível Um: Criar a Paixão e o Compromisso (Committed to Excellence)

Neste nível espera-se a intervenção em 8 empresas e destina-se a organizações, ou unidades organizacionais, que se encontram no início do seu percurso a caminho da Excelência. O objetivo é ajudar as organizações a compreender o seu nível de desempenho atual, a estabelecer prioridades de melhoria e a implementá-las recorrendo ao RADAR.

Nível Dois: Comprovar o Progresso (Recognized for Excellence)

Neste nível espera-se a intervenção em 4 empresas e destina-se a organizações, ou unidades organizacionais, com um nível mais elevado de maturidade do seu modelo de gestão que incorpore já algumas das orientações e boas práticas segundo o Modelo de Excelência da EFQM. Oferece às empresas uma abordagem estruturada para identificar os pontos fortes e as áreas de melhoria da organização, incluindo todas as 32 partes de critério.

progresso-maturidade

2. Abordagem de Gestão ao Inbound Marketing

O apoio para adequação dos modelos de negócios com vista à inserção da PME na economia digital será feito através da definição estratégica e de gestão ao nível da otimização do email marketing, website, presença nas redes sociais e SEO Search Engine Optimization.

Apesar do email marketing se ter tornado viral, importa referenciar que nem todas as empresas o fazem bem devido ao desconhecimento, sendo esta uma oportunidade de melhoria identificada.

Surgindo como pontes diretas aos diferentes stakeholders, os social media têm cada vez mais impacto no meio empresarial e são ótimas ferramentas para comunicar o que a empresa está a fazer, o que pretende fazer e recolher as diferentes opiniões dos vários clientes. Assim, é vital nos dias de hoje a presença neste tipo de meios.

O projeto Excelência em Ação pretende incutir nas empresas uma maior preocupação com estes tipos de meio, já que devem ser tratados com a periodicidade necessária, como se de um cliente se tratasse. Não basta criar perfis nas redes sociais, é necessário que as PME percebam que a sua imagem dependerá do que comunicam, ou não, nos meios sociais.

3. Preparação de Estudo de Caso

 Uma das boas práticas da EFQM é preparar estudos de caso que servem dois propósitos, a saber:

Serem utilizados como boas práticas a disseminar por outras empresas, pertencentes, ou não, ao mesmo setor de atividade. Por exemplo uma boa prática de gestão de recursos humanos numa empresa de calçado pode ser estudada e analisada por empresas de outros setores industriais, ou mesmo de serviços, servindo, com as adaptações eventualmente necessárias, para que essas empresas, a partir do benchlearning realizado, possam adotar melhores práticas de gestão de recursos humanos;

Serem utilizados como materiais de formação, obtidas as necessárias autorizações e salvaguardada a confidencialidade de alguns dados, em ações de desenvolvimento de competências de dinamizadores da excelência (Leaders for Excellence) ou avaliadores.

Através da realização deste projeto pretende-se criar condições para a execução de um estudo que, analisando os casos mais relevantes de aplicação de cada Critério ou Conceito Fundamental da Excelência, associados ao Modelo de Excelência da EFQM, nas empresas envolvidas, permita à APQ organizar um estudo de caso, com um formato que pode ser multidimensional, e portanto ainda não passível de caraterização, que vise objetivos semelhantes aos alcançados pela EFQM, nomeadamente:

Ser um instrumento real de disseminação do Modelo de Excelência da EFQM junto do meio empresarial português, através de exemplos concretos de obtenção de resultados notáveis e sustentados através da adoção das Melhores Práticas;

Ser um instrumento de comparação de boas práticas de gestão a disponibilizar às empresas que o queiram fazer junto da APQ e com o enquadramento desta;

Conduzir à elaboração de um documento suscetível de ser usado nas ações de formação realizadas pela APQ com o reconhecimento internacional da EFQM, com a vantagem de estar disponível em língua portuguesa (os existentes estão em inglês), e, portanto, facilitar a utilização e a adoção do Modelo por um público muito mais vasto.

4. Divulgação, Acompanhamento e Disseminação

Presença na web e divulgação do projeto:

A divulgação deste projeto deverá ser feita no website da APQ que deverá ter acesso direto à página web do projeto que servirá como uma das principais ações de divulgação.

Seminário de Apresentação do projeto:

Para além da apresentação do projeto, deverá haver a apresentação do plano de ação a implementar e também uma abordagem da importância das temáticas a abordar no projeto.

O público-alvo desta ação são as PME portuguesas (aderentes ou não ao projeto e de diferentes setores de atividade), associações empresariais, associações industriais, centros de apoio ao empreendedorismo, estudantes e demais interessados.

Seminários de Acompanhamento do projeto:

Deverão existir 2 Seminários de acompanhamento do projeto. A finalidade destes seminários será:

– a avaliação das ações desenvolvidas e a disseminação dos resultados até ao momento;

– reunião de empresas envolvidas no projeto;

– apresentação do plano de ação a implementar;

– partilha de experiências no projeto e de boas práticas a adotar por empresas participantes, contribuindo para a extrapolação intra e inter setorial.

Workshops e webinars:

A APQ pretende no Excelência em Ação a realização de 3 workshops e de 3 webinars. Para além de reforçar as empresas aderentes, este projeto pretende sensibilizar as restantes empresas para a importância destas temáticas na gestão da sua organização. Desta forma o target deste projeto envolve não só as empresas participantes mas também as não participantes, quer sejam dos sectores das empresas apoiadas no projeto ou não.

Avaliação dos resultados nas PME participantes:

É crucial que haja um incremento na competitividade das empresas através da implementação deste projeto. Assim, torna-se de extrema importância a análise e avaliação do impacto do projeto nas diferentes ações nas empresas envolvidas no projeto: intervenções, workshops, webinars e seminários de acompanhamento.

Seminário de Apresentação dos resultados:

Neste seminário, o objetivo é a divulgação dos resultados da avaliação do projeto e a partilha das boas práticas que surgiram durante a implementação do projeto. Neste seminário pretende-se também uma breve apresentação do case study produzido neste projeto, por forma a uma maior sensibilização para estes temas.

Reuniões intercalares com as entidades a envolver no projeto:

No âmbito do acompanhamento eficaz do projeto e para a boa prossecução do mesmo será fundamental uma boa articulação entre promotor, empresas envolvidas e entidades terceiras.

Eventos

Excelência e Inovação nas PME

Excelência e Inovação nas PME

21 de Novembro 2016 | Porto – Exponor

A APQ – Associação Portuguesa para a Qualidade realizou uma sessão de divulgação subordinada ao tema Excelência e Inovação nas PME, no dia 21 de novembro, na Exponor, com o objetivo de sensibilizar as organizações, em especial as PME, para as temáticas da Excelência e da Inovação e, simultaneamente, dar a conhecer os projetos aprovados nestes domínios, no âmbito do Programa Portugal 2020.

A sessão teve o seguinte programa:

17h00 – Abertura da sessão
António Ramos Pires
Presidente da Direção da APQ

17h15 – Promoção da Excelência e Inovação nas PME
Projetos APQ no Programa Portugal 2020
António Ramos Pires
Presidente da Direção da APQ

17h45 – Casos Práticos
Testemunho LIPOR – Abordagens à Inovação
Benedita Chaves

Testemunho ADRAVE – Modelo de Excelência da EFQM / C2E
Paula Dourado

18h15 – Debate

18h30 – Encerramento

Documentos

Folheto Institucional

Contactos

APQ – Associação Portuguesa para a Qualidade

Pólo Tecnológico de Lisboa

Rua Carlos Alves Nº 3, 1º Dtº

1600-515 Lisboa

 

Tel. 214 996 210

E-mail: geral@apq.pt